Seguidores

Loading...

quinta-feira, 30 de junho de 2011

imagem do gooogle

A coruja pia
No telhado do sobrado
Olhos grandes veem
 
(inspirado nos haicais de Tereza Cristina)

quarta-feira, 29 de junho de 2011

MAMACHAS

IMAGEM DO GOOGLE

Saias largas e coloridas,
Cores de sua bandeira na camiseta,
São as mamachas queridas,
Que mostram sua faceta.

Dadas ao esporte informal,
Seja o boxe ou futebol.
Para elas tudo é natural,
Trabalham de arrebol a arrebol.

No futebol, c huteira não usam,
Apenas sandálias nos pés.
Porém correm, brincam e abusam
Sem se importarem com o que der.

Hoje no Bom dia Brasil,
Elas exibiram sua garra,
Numa pelada alegre e feliz,
Que faz da vida uma farra.

Mamachas da Bolívia e Peru,
Aqui a nossa saudação,
Nesse seu lindo céu azul,
Digno de admiração.



segunda-feira, 27 de junho de 2011

ELE VOLTARÁ

imagem do google
Ele há de vir,
Assim nos prometeu.
O dia, a hora, não sei,
Será um momento surpresa.

Naquele dia glorioso,
O agente da verdade,
Jesus, o majestoso,
Dar-nos-á a liberdade.

Espero ansioso,
Por aquele dia ver,
Jesus grandioso,
Em seus braços nos acolher.

Vejam os sinais na terra,
Nos rios, mares e ar,
Terremoto que desterra
E quer nos assustar.

Quem lê as escrituras,
Não precisa temer.
Se guardar suas leituras,
Tem como se precaver.

É só esconder-se em Jesus,
Buscando Sua proteção.
Olhar à sua cruz,
Ter vida de oração.

Jesus não tardará,
Os salvos Ele levará,
Quando a trombeta aqui soar,
Entre nuvens aparecerá.

Muitos não acreditam
Nessa sua aparição.
Falam e contradizem,
Acham que é ficção.

Ainda há oportunidade
Para quem quiser aceitar.
Morar na eternidade,
E vida santa gozar.

domingo, 26 de junho de 2011

MELANCOLIA

imagem do google
Tristeza com saudade,
Misturam em nossa mente,
Entremeia a ansiedade,
Que nos deixa assim carentes.
No balançar da cadeira,
Lembranças aconteceram,
No íntimo por inteiro,
Recordações estremeceram.
São íntimos momentos,
Que passam no coração,
Cujo acalentar,
Projeta resignação.

sábado, 25 de junho de 2011

EU VI O TEMPO PASSAR

imagem do google
Eu vi o tempo passar,
Passar perto de mim,
Porém eu não sabia
o quanto doía assim.
Despontam os brancos cabelos,
As ruguinhas aparecem também.
A visão fica falha,
A pele murcha, meu bem!
A estatura encolhe,
As pernas já não correspondem,
O menino de ontem não
Pode
As estrepolias,
cansam.

sexta-feira, 24 de junho de 2011

CANTINHO DO NENO

imagem do google
Passei lá em seu cantinho,
Para ver e apreciar.
Encontrei muito carinho,
No seu jeito de contar.

Menino prodígio ele é,
Tem presença no escrever,
Tudo que faz leva fé,
Vive o gosto do saber.

Ainda tenro na idade,
Mas escreve sem igual.
Não ostenta vaidade,
É um poetinha legal!

Neto de escritora,
Que doa conhecimento.
Em sua veia doutora,
Demonstra discernimento.


Este pequeno poeta,
Já tem asas para voar,
Sua poesia fala e atesta,
O que ele tem prá ensinar.

E assim vou concluir,
Essa mensagem para o Neno.
Guri que sabe construir,
Cheio de vigor e amor pleno.