Seguidores

Loading...

sábado, 30 de julho de 2011

ITÁLIA

imagem do google

Itália, península querida.
Das ruas sombrias de Roma,
Das vias bonitas da vida,
Do doce perfume, o aroma.

Dos pombos pousando nas esculturas,
Que enfeitam praça, como a flor.
Em cada traço de sua curvatura,
Encerra a graça de seu escultor.

Das pizzas e do capelete,
Da música, saborosa canção.
Do cineasta Franco Zeffirelli,
Do amor, da vida, da paixão.

Que bom olhar ao redor,
Sentir Bocelli cantar,
Num flagrante de gosto maior,
Sua voz afinada falar.

Avistar o teu céu azul,
Num verão quente romano.
Apreciar tua beleza de norte a sul,
Acompanhado de bom vinho italiano.

Itália, no mapa, tu és uma bota,
Banhada pelo Jônico, Adriático e Tirreno.
O turista abraça e denota,
O teu jeito de amor sereno.

De ti não me esquecerei.
Teus artistas, tua história.
De longe te enxergarei,
Contemplo a tua trajetória.

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Se confiarmos nEle.

 imagem do google

Pois nEle se alegra o nosso coração, porquanto temos confiado no Seu Santo Nome ( Salmos 33:21)



Se no Senhor confiarmos,
As lutas serão vencidas.
Se a ele, culto prestarmos,
As nossas vidas serão assistidas.

Ele acolherá os nossos pedidos,
Salvação nos dará pelo clamor.
Nunca seremos perdidos,
Em Seus braços cheios de amor.

quarta-feira, 27 de julho de 2011

NO HOSPITAL

imagem do google


Anciã chega ao balcão,
De um hospital, cheia de plano.
Diz-se doente do coração,
Vagas não têm, só para o ano.

A mulher fica desiludida.
Não tem para quem apelar,
Olha para os lados, se ver perdida,
Como fazer, para operar?

É rotineira a triste cena,
Com o idoso sem proteção.
A situação causa-nos pena,
Onde esta o estatuto de amparação?

Nossos velhos estão assim:
Entregues à própria sorte.
Até quando, enfim,
À míngua, verão a morte?

É preciso leis eficientes,
Que venham ser cumpridas,
Para que nossas gentes,
Tenham velhices dignas.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

imagem do google

Aparador exibido.
Moça bonita contempla.
Orquídeas brancas.