Seguidores

Loading...

quinta-feira, 24 de julho de 2014

UM OLHAR AO LONGE





Um olhar lançado ao longe,
Bem defronte do imenso mar.
A menina morena vê o monte,
Sonha e pensa em alcançar.

Olhos fixos beiram à meiguice,
Que emolduram o rosto singular.
Traduzem a sua peraltice,
Que vem à alma abrilhantar.

Neste momento íntimo de sedução,
É como o sonho da criança a sonhar.
No cérebro um ar de distração,
Parece mágico o imaginar.

O rosto retrata a meditação,
Num instante ímpar de poesia.
Da terra, mar e ar vêm à emoção.
Para, ao coração, encher de fantasia.


E nesse olhar observador,
Percebe-se a pureza do sentir.
Na grandeza do seu ver comovedor,
Desenha-lhe nos lábios, o sorrir.
Tunin.


Inspirado numa foto de Majoli, à beira mar, e em sua homenagem.


quinta-feira, 10 de julho de 2014

A PIZZA



                                                           Imagem do Google.


Um prato muito popular,
Trazido pelos nobres italianos,
Quando vieram aqui se instalar,
Parte já faz do nosso cotidiano.

Existem de vários sabores,
Ao gosto do ilustre freguês.
Não experimenta amargores,
Apreciada do plebeu ao burguês.

Em Nápoles, a rainha Margherita,
Desejava a iguaria conhecer,
Pegou a carruagem elegante e bonita,
E ao restaurante foi se satisfazer.

O dono da casa arquitetou um bom plano,
Mandou preparar uma pizza de arrasar,
Usou as cores da bandeira italiana,
Para Sua Majestade degustar.

O vermelho, rodelas de tomate.
O verde, folhas de manjericão.
Veja só que bela arte!
O branco, com queijo finalizou, então.

E assim a pizza Margherita nasceu,
Sendo desejada pelo mundo afora,
O seu sabor sempre prevaleceu,
Quem dera provar uma agora!

Uma homenagem singela,
Neste dia famoso da pizza,
É gostosa só pela olhadela,
A vida, ela aromatiza.

EM HOMENAGEM AOS QUERIDOS ITALIANOS QUE TROUXERAM A PIZZA PARA NÓS.









sábado, 5 de julho de 2014

OS LÍRIOS DO CAMPO



Flor ingênua admirada por Jesus.
Ele quer que olhemos para ela
E contemplemos sua tez singela,
Para tirarmos conclusões de luz.

Nem Salomão em sua majestade,
Vestiu-se com tamanha magnitude.
Os lírios, mera erva plenitude.
São simples na sua suntuosidade.

São flores silvestres; nascem ao léu.
Não têm raiz, pequena duração.
De aspecto elegante, bênção do céu.

Cores variadas, marcante branco.
Obra perfeição do Deus criação.
Vede a beleza dos lírios do campo!