Seguidores

Loading...

sexta-feira, 1 de junho de 2012

O BÊBADO E A FEIRA




No meio da feira,
O bêbado rodopiava,
Ao som da capoeira,
Ele se esbaldava.

Toda feira sorria,
Contudo a  situação não apraz,
Por trás da falsa alegria,
Existe um homem sem paz.

Expunha-se ao ridículo,
Fingindo ser feliz,
Porém não deve ser o veículo
Que lhe trace a diretriz.


Muita gente foi chegando,
Para assistir ao show gratuito.
O bêbado se entusiasmando,
Naquele pequeno circuito.

Pensei com meus botões:
Este povo não tem noção
Das quantas ilusões,
Este guarda no coração!

Foi na danada da cachaça,
Onde buscou consolação,
Mas esta só embaraça,
Não dá a solução.

24 comentários:

Mari Rehermann disse...

Pior que fiquei com dó, rsrsrsrsrs.
Já presenciei muitas cenas assim...acho triste, e não engraçado.
O teu poema ficou lindo!!

Tenha um final de semana repleto de luz e paz!!
Beijos!♥

✿ chica disse...

E é isso mesmo...O povo ainda acha graça, mas ele, só na cachaça... Que pena,não? Afogam mágoas, criam vícios assim que só fazem mal. Linda poesia, adorei.
Temos que rir,né,mas... abração,chica

Evanir disse...

A saudade,
é um sentimento que
com o tempo traz tristeza,
que com a alma traz esperança,
e que se apoia na amizade.
*Verônica Januário Luz*.
Eu me apoio na sua amizade para
continuar seguindo minha história .
Sua visita e seu carinho me ajuda
a transpor barreiras nesse momemto .
Deus sempre é mais forte que a angústia.
E ele esta sempre presente na minha vida
continuarei levando minhas visitas
da forma que me for possivel
de estar sempre presente .
Não devo e nem posso me isolar das
minhas amizades por ñ estar conseguindo teclar.
Pode haver muitos Amigos em nossas vidas, mais amizades verdadeiras
para mim é para sempre.
Por isso falar sobre problemas , meus sentimentos,
não da soluções para todos os problemas da minha vida, dúvidas ou medos,
mas me ajuda a viver mais feliz.
Agradeço de todo coração pela sua amizade
e seu carinho.
Estou triste por não ser compriendida
por levar cola nas minhas visitas.
Na próxima semana vou fazer uma postagem.
Não tenho duvidas ,que a pessoa que me aborrece tanto
vai sentir vergonha de si mesmo.
Foi esse o motivo do meu afastamento por uma semana
receber mais insultos .
A falta de instrução e educação infelizmente
não tem limites.
Não fique triste comigo por desabafar
ao fazer isso é porque tenho certeza da sua amizade e carinho por mim.
Desesejo um abençoado Final de Semana
paz e luz.
Beijos com saudades.
Evanir..

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Tunin. Excelente poesia.
A mensagem passada é tão verdadeira que compõe um cenário fiel aos fatos do cotidiano.
A bebida, como a droga ilícita dão sensação de prazer momentâneo, contudo não resolve nenhum tipo de problema, apenas é uma fuga.
Penso que não precisamos de subterfúgios para encararmos a vida, e sim vivê-la, administrando como pudermos.
Os bêbados viram motivo de chacota, e até de maldade praticada por pessoas que não têm um pingo de humanidade naquele momento. É triste as pessoas acharem que a bebida resolve, ao contrário, ela destrói vidas e famílias, assim como as drogas ilícitas.
Um beijo na alma, e fique na paz!

Obs: Além da postagem em evidência, te convido a ler "DAMA MALDITA", e deixar a sua opinião.
Parabéns!

GRAÇA disse...

Bom fim de semana meu amigo com muita Paz e Amor!
Beijitos e ronrons das amigas
Graça e Kika

Kellen Bittencourt disse...

O melhor é conseguir imaginar a cena que vc tão bem poetizou, imagino o sofrimento do pobre babado disfarçado pela falsa alegria! Uma pena! Abraçooos

Toninhobira disse...

A maldita da cachaça está sempre fazendo das suas.
Este fez a festa da feira.
Belo humor com poesia desta triste condição.
Meu abraço e bom fim de semana.

Jorge disse...

A cahaça serviu de mote para um poema mui bem elaborado. Parabéns, amigo Tunin!
Um abraço,
J

Paulo Francisco disse...

Eu acho triste. Muitos não conseguem entender que a dependência alcoólica é caso de doença. triste rir de uma situação assim.
Um abraço
O poema está impecável.

Majoli disse...

Situação triste e constrangedora, que infelizmente o próximo se aproveita para zombar, dar gargalhadas e nunca ajudar.
Seus versos, perfeitos.
A história, verdadeira e triste.

Abraços meu amigo Tunin!

M.Pequeno Príncipe disse...

É muito triste, esse vício é uma doença!E não é nada engraçado!Eu tinha um tio, que eu adorava quando criança. Era uma pessoa super legal me ensinou a fazer barquinhos e aviões de papel e me contava muitas histórias, até hoje lembro dele sinto muita saudade! Infelizmente ele faleceu por causa desse vício.
Linda sua poesia Tunin!
Desculpe meu desabafo!
Amigo um fim de semana de paz.
Amara

Everson Russo disse...

Com toda certeza, essa alegria dele é ilusória,,,é um mundo que realmente não existe,,,abraços de bom sábado pra ti amigo...

ELAINE disse...

Tunim querido, obrigada pelo carinho, meu amigo! Adorei a poesia... Pena que envolto pela beleza dos versos esteja uma alma triste e perdida em si mesma!... Grande e carinhoso abraço!
Um sábado abençoado!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Rita disse...

Que a alegria desse sábado traga a
você o melhor de tudo que tem feito
Adorei a postagem como sempre deixo um abraço carinhoso
Para mim é um prazer visitar seu espaço cheio de maravilhas.
Amigos verdadeiros são aqueles que
estão junto de nós toda vez que precisamos
Bom final de semana
Bjuss
Rita!!!!

Eita poesia fofa, com pinguinha e tudo mais rsrssr abraços meu querido amigo!!

Carla Fernanda disse...

kkkkkkkkkkk.... tadinho. O mal de muitos e muitos Tunin. A malvada da cachaça!!!


Beijos e bom fim de semana!

Anne Lieri disse...

Tunin,admiro sua capacidade de poetizar sobre todas as coisas!Triste mesmo a situaçào dessas pessoas que bebem!bjs e bom final de semana!

Edite disse...

Quanta verdade neste texto! O bêbado bebe prá esquecer, só não esquece de beber.. kkk(um trocadilho popular)
Bela maneira de poetisar sobre algo tão sério qto esse abominável vício!

Tatiane Salles. disse...

Cômico. Adoro essa sua transferência de temas e gêneros. É muito interessante. Parabéns pela inspiração diferente. rs.

Te desejo uma excelente NOITE de sábado, um ótimo final de semana.
Grande abraço.
Tatiane Salles.

http://tatian-esalles.blogspot.com.br/

Att.

Reflexo d'Alma disse...

Muito bem humorado poema.
Delícia de ritmo e de formato.
Perfeito vir te ler nesse inicio de noite de sabado.
Bjs

ANDRÉA disse...

Eu e meu filho estamos lendo um livro que se chama Veneno Lento (Raul Drewnick)
Ele vai ter prova agora no dia 4
E fala exatamente sobre a cachaça.
Não é fácil

Beijos no coração
Adorei a sua visita
Andrea

Elisa T. Campos disse...

Maravilhosos versos, Tunin


É real mas,
Soa como uma linda canção.
Magistral inspiração.
Um abraço.

Patricia Galis disse...

Verdade tentar esconder as dores atrás de vícios é total desespero.

cristiane silva disse...

É bem assim aonde tem um bêbdo dançando se reuni muitas pessoas não para ajudá-lo, mas para rir e as vezes até tirar proveito.. lembro-me de mim assim no passado vazia e cheia de cachaça na cabeça...

Sônia Silvino (Crazy about Blogs) disse...

Bêbado só paga mico mesmo!
Triste cena!
Beijos e abraços, meu querido amigo!