Seguidores

Loading...

terça-feira, 6 de novembro de 2012

O CATA-VENTO




 Fabriquei um cata-vento,
E fui à janela testar.
Não apareceu nenhum vento,
Para fazê-lo rodopiar.

Cada haste de uma cor,
Verde, amarelo, o azul.
Com o vermelho a hélice completou,
Faltou, porém, o sopro do vento sul.

Estiquei mais a minha mão,
Com o brinquedo a segurar,
Esperando a vibração,
Na hora de o vento soprar.

Implorei ao vento norte:
Vem cá; passa por aqui!
Sopre com seu ar forte,
Ou então, sopre mesmo daí!

Estou a te esperar,
Nesta brincadeira genial.
Não demores; vem logo girar,
Meu cata-vento sem igual.

Mas o vento não me atendeu.
Não teve pressa pra chegar.
Triste minha mão recolheu,
O cata-vento fui guardar.

E assim despediu-se a tarde,
E o meu cata-vento não rodou,
Pensativo eu, e sem alarde:
Por que o vento não passou?!



44 comentários:

✿ chica disse...

Lindo catavento e linda poesia! E amanhã é outro dia.

Ventos bons virão soprá-lo.
Adorei o retorno à infância nesse catavento lindo!

abração,sempre bom te ver! chica

Lucimar da Silva Moreira disse...

Sempre adorei o catavento, eu me lembro quando eu era pequena eu tinha um e ele rasgou chorei muito, coisa de criança, quando vi esse me lembrei,Tunin adorei seu blog já estou te seguino faça uma visitinha lá no meu beijos e fique com Deus.
http://www.lucimarestreladamanha.blogspot.com

Rita disse...

*。¨* ✫ ” ✫. ☽¨¯*。.☆¨*。¯`☆¸.✫˚¯`☆
Esse catavento me lembra a infância que ficou
laaaaaa longe, mas com boas lembranças, na poesia ficou um arraso
Abraços com carinho
Bjuss
Rita!!!!
*。¨* ✫ ” ✫. ☽¨¯*。.☆¨*。¯`☆¸.✫˚¯`☆

Rita disse...

Quanto a minha receita sobre o peixe
vc perguntou se pode usar azeite , pode sim, é só para não queimar ou grudar na couve tá bom
Bom apetite
Bjuss!!!!

Mari Rehermann disse...

Que amor! E os versos coloridos, combinando com o cata-vento está perfeito!! Que bons ventos soprem o lindo cata-vento....

Tenha uma linda e adorável tarde!!
Beijinhos!!♥

Kellen Bittencourt disse...

rssrsrsr qdo a gente quer o vento não vem rsrs adorei amigo! Abraçossss

MINHA VIDA DE CAMPO disse...

Que poesia linda, me levou ao tempo da infância. Essas rimas são encantadoras e dão uma beleza e uma ar lúdico ao poema. Adorei seu cantinho poético.
Tenha uma ótima semana.

Patricia Galis disse...

Faz tanto tempo que não vejo esse cata-vento da foto, adorei o poema..

Zilani Célia disse...

OI TUNIN!
QUE TEXTO LÚDICO, DEU ATÉ PENINHA, IMAGINEI A MÃO DE UM PEQUENO MENINO A SEGURAR DESAPONTADO SEU CATA-VENTO, PARECENDO TÃO INÚTIL SEM SEU PROPULSOR, O VENTO.
MAS, ISTO É MÉRITO DO POETA QUE CONSEGUIU COLOCAR NAS LETRAS TODA A SUA EMOÇÃO AO ESCREVER.
ABRÇS

zilanicelia.blogspot.com.br/
Click AQUI

Anne Lieri disse...

Ai,que lindo poema do cata vento!E o vento não passou,que triste!Adorei,Tunin!bjs,

Paulo Francisco de Araujo disse...

Lindo poema! Se não há vento, há calmaria.

Um grande abraço amigo

Vera Lúcia disse...


Olá Tunin,

Que delícia de poesia!
Que pena que vento não chegou para rodopiar o catavento!
Boas lembranças este catavento me trouxe.

Abraço.

Mary disse...

Oi Tunin!

LInda poesia, No interior vemos muito esse "cata-vento", sem ventos ele fica imóvel, sem utilidade.

Tunin obrigada pelas visitas querido,
Bjos e boa noite.

Majoli disse...

Ah que cata-vento tão lindo, tanto em cores como em versos.

As vezes o vento não vem, mas uma simples brisa faz o cata-vento girar, mesmo que seja de mansinho.
É assim na vida da gente, né mesmo?

Beijos querido Tunin.

Lu Cidreira disse...

Valeu amigo poe está sempre presente lá no Lu Cidreira.
Fiz muito isso na época de criança, tinha atá admiradores dos brinquedos que eu confeccionava, era cataventos, piões, lambreta de rolimã, patinetes de rolimã, espingarda com cano de guarda-chuva, bodoques, além de desenhar, e esculpi em madeira, é comecei cêdo. Risadas.
Abraço

Edilene disse...

Toda criança adora cata-ventos e a sua poesia encantaria qualquer criança também.
Abraço amigo!

Pr. Bessa disse...

Paz do Senhor Tunin.

Obrigado por visitar o nosso cantinho, fiquei contente por ter gostado da mensagem a Poderosa voz do Senhor. E muito alegre por encontrar em seu cantinho, o link da nossa Rádio Internacional Jesus é o Caminho.

Beijos e que o Senhor Jesus Cristo te abençoe poderosamente.

Suzane Weck disse...

Ola,que bom receber tua visitinha novamente...Poesia,catavento, colorido,harmonia,tudo num envolvimento lindo e singelo.Adorei.Meu grande abraço.SU.

Toninhobira disse...

Menino sonha com um vento
Para seu cata-vento girar
Clamou ao Céu um lamento
Mas nada do vento soprar.

Lindo Tunin,esta imagem nos remete a uma infancia feliz e ainda me lembro dos cata-ventos nos desfiles impostos na epoca da poderosa dita.

Bela construção amigo.
Meu abraço de paz e luz.

Maria Luisa Adães disse...

Amigo

O vento tem sempre uma canção diferente...

E se o chamamos, por vezes não acertamos, nos enganamos na música e ele não gosta!

E não vem ao nosso chamado...

Talvez por isso, o seu lindo
cata-vento, ficou sem rodar
ao sabor do vento...

Tente de novo!

Maqria luísa

soninha disse...

Que lindo,menino!!parabéns. Vá em frente com mais pérolas para nós.
abraços fraternos

Patrícia disse...

Ownnn que lindinho e criativo, Tunin!Me fez voltar a doce infância, adorei!
Abraços e fique com Deus

Pequeno Príncipe disse...

Tunin, adorei seu catavento me trás lindas recordações!
Pedrinho, gosta muito de brincar com catavento!
Um abraço
Pedro

SOL da Esteva disse...

Um belo Poema que traz a minha infância á memória. Gostava de fazer cata-ventos, mas ficava triste se o vento ou a brisa se escondiam.
Um belo Poema de recordações dos tempos...


Abraços


SOL

cristiane silva disse...

BAHHH!! se fosse aqui em Porto Alegre o que não iria faltar amigo é vento para rodopiar esse catavento kkkkk...
eu tenho uma tiara de catavento vc acredita nisso kk as crianças que cuido amam ela. pois fica o tempo td rodopiando quando caminho pela rua kkkk... abraços e fique com DEUS...

Marineide Dan disse...

Pobrezinho do catavento...
Mas, dias melhores virão...

Um grande abraço!

ELAINE disse...

Tunim, meu amigo! Obrigada pelo carinho e comentários! Estimo que estejas bem no corre-corre diário! Adorei a poesia do catavento, traz recordações da infância! Tem post novo! Não tenho conseguido visitar a todos como gostaria.....
Um abençoado e feliz fim de semana!
Abraço fraterno e carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Orvalho do Céu disse...

Olá, amigo Tunin
O vento não passa mas a esperança não esmorece...
Outros ventos virão...
Gostei do colorido diversificado e costumo usar esse tom... Fica charmoso!!!
Bjs fraternos de paz e bem

Vivian Fernandes de Goes disse...

Bom dia,Tunin!

Que lindo e colorido teu catavento!!!! E que bom que apareceste!Senti sua falta,mas sei bem como é ficar com pouco tempo...
Beijos,meu amigo!
Tudo de bom pra ti!

Luciana Souza disse...

Oi Tunin
É minha primeira vez por aqui,mas já estou te seguindo. Muito legal seu blog. O poema, eu adorei! Me lembou meu tempo de criança, meu filhinho adora quando tem desfile cívico para pegar um catavento.
Bjos. Fique com Deus!
http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br/

Severa Cabral(escritora) disse...

Bom dia meu amado e saudosista !
Sempre que venho te visitar,sempre é pra entrar num passado remoto,viver com lucidez os poemas mais ilustrativos que fala de saudades,
indicando o tempo que dominava os ventos,essa ideia engenhosa certamente nos faz reviver mais uma de infância.
Lindo poema !!!!!!!!
Vc sempre deixa um desejo na leitura de cada poema escrito,rsrsrrrs
bjs de dia de sábado !!!!!!!

vendedor de ilusão disse...

Olá Tunin,
Você, como sempre, encanta com seus poemas e poesias!
Abraço.

Marcia Pimentel disse...

Olá Tunin,

Eu adorei o poema do Catavento, que vendo mal que não queria soprar rsrss. Eu adorei as rimas, é muito gosto de lê-lo em voz alta, parece até um brincadeira. Parabéns meu amigo.

Bjs

http://marcia-pimentel.blogspot.com.br/2012/11/dezembro-para-ler.html

Patrícia Pinna disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Tunin. Obrigada pelo seu comentário no meu blog. Desejo que estejas bem.
A sua poesia é maravilhosa e lembra os tempos de criança.
Nos dias de hoje, as brincadeiras são outras, infelizmente. Penso que a inocência de antes, poderia ser preservada e os brinquedos dizem muito sobre isso.
Quando o vento não vem para dar vida, fazer girar a nossa criação linda é uma lástima com certeza.
A esperança, no entanto, não se cansa de sentir que o vento está vindo já.
Tenha um fim de semana abençoado e beijos na alma!

J Araújo disse...

Obrigado meu amigo Tunin, pela visita, e voce como sempre nos brindando com suas belas poesias. Estive alguns dias percorrendo regioes diferentes de tres estados brasileiros curtindo as merecidas ferias.; estou de volta nas atividades normais dos blogs.

Obrigado e abraço

Mary disse...

Tunin!

Passando para te deseja um excelente domingo!

Bjs

LUCONI disse...

Ah Tunin tua poesia ficou linda, leve, e sonora, que gostoso foi lê-la, sabe que li e reli? Gosto de textos assim, sem compromisso, apenas alegrando nossa alma, obrigada amigo tuas criações são muito boas, beijos Luconi

Isa E. disse...

Tunin,
Que maravilha!
Poema daqueles pra levar embora no coração. Vou fazer isso!
Adorei!

Abraços

Magia da Inês disse...

¸.•°✿⊱╮╮

Com o vento tem dessas coisas: ele só vem a hora que quer.
Boa semana!
Beijinhos.
Brasil
¸.•°✿⊱

Milton Kennedy disse...

Saudações Tunin, vim desculpar-me pela ausência, é que estamos em reforma aqui em casa e tudo está a maior bagunça, rsrsrs.
Parabéns pelo texto.
Abraços, saúde e paz interior.

luna luna disse...

vou soprar daqui
com a força da emoção
e fazer o cata vento
redopiar na tua mão

beijinhos

Pr. Bessa disse...

Passei para deixar um forte abraço do amigo e Pastor Bessa. Profetizo em sua vida toda sorte de benção, da parte do Senhor JESUS CRISTO.

Abraços e que o Senhor te proteja.

JG Costa disse...

Cata o vento, vento cata;
Cata o vento, vem catar;
Sopra vento, vento sopra;
Sopra vento, vem soprar.

Bela poesia meu amigo.

Abraços renovados.