Seguidores

Loading...

domingo, 2 de setembro de 2012

PIÃO




Eu girei o pião,
Você também girou.
Na palma de minha mão,
Ele rodopiou.

Roda pião, roda.
Nunca deixe de rodar.
Jamais saia de moda
Pela emoção do brincar.

É belo vê-lo dançar,
No rodar sem parar.
Quando a força começa a esgotar,
Ele para pra descansar.

 O pião a movimentar,
Ativa a imaginação
Da criança que ao olhar,
Guarda-o no coração.

No recreio da escola
Era disputado o pião.
Aquele brinquedo que rola,
Em gostosa competição.

Ainda tenho na lembrança
Toda aquela sensação.
Da sadia festança,
Ao rodar do pião.


34 comentários:

✿ chica disse...

Que lindo poema o pião e as brincadeiras com ele ganhou!! Adorei e já levei. Dia 13, estará por lá! abração,chica e, claro, obrigadão!

(Estava sentindo falta dos teus infantis lá!)

Patricia Galis disse...

Delicia de poema Tunin, nos faz recordar uma infância que muitos hoje em dia não tem o prazer de conhecer.

Carla Fernanda disse...

Bom domingo Tunin!!

Brinca, uma coisa que nunca devemos parar de fazer. Sabe: Meu marido comprou um pião em junho, lá no mercado central de BH. Ele parece um disco voador.... de metal.... antigo.... com listras vermelhas e verdes ao redor, e a gente dá um tipo de corda com uma alavanca acoplada no alto dele. Lindão!!! Está lá enfeitando o escritório dele... kk

Bjos!

Rita disse...

Roda Pião que bonito lembrar
a infância, srrs apesar que
vejo adultos por ai rodando tbém
Mas o poema é belo como sempre
Abraços de bom domingo
Bjuss
Rita!!!

Milton Kennedy disse...

Olá Tunin,
não cheguei a ter um pião mas recordo-me de vários outros brinquedos de minha infância. Muitos eu mesmo confeccionava.

Bacana sua postagem, belo poema.

Abraços, saúde e paz interior.

Kellen Bittencourt disse...

Sabe amigo, acho que minhas filhas nunca brincaram com um pião, que coisa né, eu brinquei tanto, hj as crianças nem conhecem mais! Lindos versos! Abraços

Severa Cabral(escritora) disse...

Boa tarde !!!!!
Dia de domingo !!!!!!Rodando no pião,rsrsrsrs,tudo de bom!!!
Boas lembranças que trazemos na alma e no coração...brincar de pião nos dava a sensação de grandeza,de evolução dentro dos nossos limites...vc sabe muito bem desse frenesi...
O mais admirável é a forma da criação de um simples pião virá um poema tão lindo e criativo...
bjssssssssssssssssssss
de dia de domingo !

lucidreira disse...

Maravilha de poema, e sobre um dos brinquedos que mais gostava na minha infância, inclusive eu mesmo esculpia os meus grandes e poderosos piões. Era como você relata no poema, só tinha um problema na escola que estuda tinha que entrar e sair com o pião escondido senão ia parar na secretaria. Risada.
Abraço

vendedor de ilusão disse...

Olá Tunin,
Confesso que fiquei muito mais do que encantando com esses versos, - me deslumbrei inebriado; versos que me remeteram a um passado remoto de inocência, alegria e felicidade imensurável; belas reminiscências de uma época que, infelizmente, jamais voltará, mas que ficarão gravadas pra sempre no meu coração.
Deu para perceber o quanto essas estrofes mexeram com meu sentimento, não é amigo?
Tenhas uma ótima semana!
Um abraço e, quando puder, apareça.

Pequeno Príncipe disse...

Tunin, brincar é bom demais! Adoramos a poesia!!
um abraço
Pedro e Amara

Isa E. disse...

Tunin,
Que poema delicioso de se ler!
Até pude ver um menino rodando o pião com os amigos!
Cena que carrega toda a beleza que a infância tem!
Um grande abraço, meu amigo!

Anne Lieri disse...

Tunin,adoro seus versos e os infantis mais ainda!Que gostoso relembrar essa fase da infancia!bjs e boa semana!

Pepi, Xixo, Juja, Jujuba disse...

Adorei os seus versinhos, Tunin
Que saudades da minha infância!!
Tempos bons que não voltam mais
Tenha uma abençoada semana, amigo
Um grande abraço de
Verena e Bichinhos

sorrisos e palavras disse...

Encantador seu poema Tunin, nos leva a uma doce viagem, lembrando da infância pura e sem preocupações. Aplausos e abraços...

ॐ Shirley ॐ disse...

Seu poema me transportou ao passadoonde os meninos da escola brincavam com o pião. Bons tempos...Tunin, um beijo!

soninha disse...

Como eu me recordo deste brinquedo!O meu irmão e os seus amigos brincavam na porta da rua, a rua de chão o pião desenhava na terra, era um show!! Havia também as famosas "gudes"...rs.
beijos e muita paz.

MARILENE disse...

Tunin, quem brincou com o pião não mais o esquece. Saudades da infância!
Abraços

jaime aus giruá disse...

Caro amigo Tunin, teu coração está repleto de bons momentos da infância que tiveste. Daí tua grande e generosa alma a propagar belas imagens e sentimentos em forma de poesia, como um pião a rodar "pela simples emoção do brincar."
Uma ótima semana.

ELAINE disse...

Olá meu amigo! Passando pra ver se você está bem.... Você sumiu.... Aparece!!! Linda poesia... Muito brinquei de pião quando era criança... E a minha criança interior ainda gosta....Hoje, 03/09, tem post novo!
Um abençoado início de semana!
Abraço fraterno e carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Majoli disse...

Deliciosa brincadeira essa do pião, lá em casa era pura diversão, eu junto aos meus irmãos, uma disputa cerrada...quanta recordação!
Linda poesia meu amigo Tunin.
Abraços.

Evanir disse...

Bom Dia Amigo Tunin.
Com muito carinho venho desejar uma abençoada semana .
O desejo de muita saúde paz e luz de Jesus.
Obrigada pelo carinho da sua amizade.
Beijos,,Evanir.

Fadinha disse...

nossa que poema lindo!

eu acho que as brincadeiras do passado tinham que ser lembradas né???

um beijão amiguinho! fica com Deus

ValeriaC disse...

Muito lindo seu poema Tunin, realmente o rodar do pião, é uma divertida e emocionante brincadeira. Seus versos nos leva à infância.
Beijos e boa semana,
Valéria

Mary disse...

Oi Tunin!
poema lindo e gostoso de ler.

Bjos

Sônia Silvino (Crazy about Blogs) disse...

Brincadeiras sadias e criativas que dão muita saudade, Tunin!!!
Beijocas e uma excelente semana, amigo querido!

cristiane silva disse...

OLha só meu amigo Tunin.. que bacana eu me lembro desse pião eu tinha um kkk eu vivia rodopiando ele kk eu tinha uns 8 anos de idade quando brincava com ele.. me recordo com clareza.. fica realmente em nossa lembrança abraços amigo e como sempre belo poema..

Angela disse...

Oi, Tunin!
Um doce e divertido poema, com cheirinho de infância.
Que Deus o inspire sempre mais!
Um grande e forte abraço,com saudades,
Angela

Rosa Branca disse...

Ai que tempinho bãooo
Parabéns pelo post

casa de fifia disse...

PIÃO,JOGO SIMPLES,DE CRIANçA LIVRE.

BACIONE

Mary disse...


Oi Tunin!

Retribuindo sua visita.

bjos,e obrigada

Toninhobira disse...

A rodopiar do pião e uma lembranças maravilhosa amigo.
Muito boa.
Abraços de paz e luz.

Edite disse...

Que bela lembrança , Tunim. Sua poesia levou-me aos tempos em que rodas de criança se faziam em meu quintal para juntos com meu filho o pião rodopiar. Bons tempos aqueles...

ANDRÉA disse...

Oi Meu Amiga,
Adoro pião!!!
Amei!

Um Forte abraço
Andrea

ANTONIO RUBILAR BARBOSA VALENTE disse...

Amigo Tunin!!!
Deixei um comentário lá no Sementinhas da nossa amiga Chica. Pois é, o pião também foi uma de minhas brincadeiras favoritas, junto com a pipa e a bolinha de gude, fizeram da minha infância toda uma diferença da pessoa que hoje sou.Somos aliás né, porque quem viveu tudo isso,como eu,você dezenas de nossos amigos, sabem do que estou falando. Gostei do seu post menino, abração e bom fds. Rubi.