Seguidores

Loading...

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

A CIGARRA E SUA SINFONIA.




Numa pequena floresta habitava uma cigarra que cantava tão bonito que quem a ouvisse não resistia e parava para apreciá-la. O interessante é que em cada árvore em que ela se agarrava o som saia diferente. Isto chamava muito a atenção da bicharada.
E a bicharada sensível aquele som, fazia coro com a cigarra, cada um em sua respectiva voz:
o pássaro chilreava;
 o lobo uivava;
 a cobra sibilava;
 o sapo coaxava;
 o macaco guinchava;
 o grilo cantava;
o inseto zumbia;
 o papagaio palreava.
Era uma verdadeira sinfonia.
A formiga, porém, sempre apressada em guardar o seu alimento, passava carregada de folha e não dava atenção ao cantorio dela..
Intrigada, a cigarra abordou a formiga:
 - Senhora formiguinha, todos os animais param para ouvir o meu cantar e, até, fazem coro comigo e a senhora sempre passa muito ligeira, seguindo o seu caminho e não dá ouvidos a meu som. Por quê?!
 A formiga respondeu:  
- Estou muito ocupada e não posso deixar o meu trabalho para ouvir quem não tem o que fazer.
A cigarra devolveu:
- O que é isto, senhora formiga, quanta grossura em sua resposta?!
 - É isto mesmo, dona cigarra - falou a formiga - continue cantando e quando o inverno chegar faltará comida para a senhora.
A cigarra meio desolada expressou:
 - Senhora formiga, trabalhar é muito bom, mas divertir-se  é  um lazer que todos devem praticar porque além de trazer mais  alegria e disposição para trabalhar, proporciona  saúde.
A formiga, então, indagou-lhe:
- Quando faltar comida, onde encontrarei? Como alimentarei minha família?
 Retrucou a cigarra:
 - Sei que a sua colônia é muito bem organizada. Há enfermeira que cuida das larvas. A rainha é destinada à procriação. A operária faz o túnel do formigueiro e busca alimento e a sentinela cuida da segurança. Cada uma tem algo particular para cuidar dentro da colônia. Então, procure armazenar somente o necessário para os dias do inverno, nada de excessos porque os excessos sempre trazem prejuízos. A senhora não me vê cantando e sempre alegre? Quando sinto fome voo até a plantinha e pego uma folha e logo fico alimentada e volto para o meu divertimento. Por isso, vivo sempre a cantar, sempre a sorrir, sempre a alegrar a todos que me ouvem e tenho muita satisfação nisto. A vida só é colorida se a gente olhá-la com o desejo de tornar a amargura em esperança, a tristeza em alegria; cada dia em uma canção. Assim, o sentimento do viver torna mais leve e prazeroso a vida. Venha juntar-se a nós e verá o gosto que o cantar faz em nossa vida.
A formiguinha meditou no que a cigarra lhe falara e resolveu parar para ver o show de vozes no ar. E não é que a danada gostou? Começou a emitir umas notas zumbiadas e caiu na farra, em meio àquela orquestração maravilhosa.
Ela percebeu que tudo na vida tem limite. Não exagerar nas preocupações para que elas não venham nortear as nossas vidas e permitir que passemos pela vida e não a vivamos.


Texto publicado  em VENDEDOR DE ILUSÃO do famoso escritor J R Viviani, por ocasião do 1º Contos e Prosas.


27 comentários:

Jorge disse...

É sempre um prazer ler os posts do amigo Tunin.
A cigarra excedia-se no prazer de cigarrear e desviava os outros animais das suas tarefas quotidianas para a acompanharem em coro.
A formiga, uma moira de trabalho, ignorava a cigarra.
Entretanta, depois de dialogar com a cigarra, concluiu que a vida não é só trabalho. Ponderou e decidiu acompanhar os restantes animais zumbiando.
Moral da bela história: Na vida tudo tem um limite e no meio termo é que está a virtude.
Assim, espero que os amigos do Tunin façam coro comigo e o aplaudam, como sempre ele merece.
O meu aplauso, Tunin!!!

Rosa Branca disse...

Que texto maravilhoso, e parabens pelo Contos e Prosas, realmente por mais que vc esteja com a razão tudo em exagero é prejudicial, tudoo, a questão é manter o equilibrio.

Um abraço.
Paty Alves

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Lindo Tunin!Uma história para contar ao meu neto de 5 anos.Adorei!
Você está me devendo uma visita.

Abraços

Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

Nádia Santos disse...

O mundo esta cheio de formiguinhas, que só pensam em trabalhar, e trabalhar, esquecendo de se cuidar, se divertir, esquecendo da família e dos amigos. Precisamos nos distrair, pois um dia nosso corpo grita e por vezes é o último grito. Eu adorei seu conto, inclusive havia comentado na no Vendedor de Ilusões, mais não resisti e comentei novamente. Bjinho e obg por seu carinho.

ANDRÉA disse...

Amei o texto!
Feliz 2013 repleto de muitas Alegrias e Grandes Realizações

Beijos
Andrea

Maria Emilia Moreira disse...

Olá Amigo!
É bem conhecida a fábula da Cigarra e da Formiga, mas aqui está contada com novos cambiantes e com outras tintas.
Claro que tudo deve ser feito com conta ,peso e medida!Um abraço.
M. Emília

✿ chica disse...

Adorei as nuances que deste à essa linda fábula. Sempre criativo e bem inspirado! Gostei! abração,obrigadão pelos carinhos e nem preciso dizer: fico feliz ao te ver e ler! chica

Dorli disse...

Oi Tunim!
Posso copiar seu conto e levar na escola para os professores usarem dando os devidos crédito? Gostei tanto! Pena que já faz 1 ano e 2 meses que parei de lecionar.
O meu eu não posso postar no blog porque já está no blog. Ah! você gosta de amor maduro? Vou satisfazer seu desejo:
Entra no Google e digita: Amor maduro - Lua Singular, tenho certeza que você vais amar.
A gente não escolhe quem amar, meu 2ºmarido é 7 anos mais novo do que eu, enquanto eu malho, sua barriga cresce.rsrs. Adoro ele. O 1º morreu eu era muito nova para ficar sozinha com um garotinho de 2 aninhos.
Beijos
Lua Singular

Lucimar da Silva Moreira disse...

Vou contar essa história para o meu sobrinho ele adora esses contos. Tunin obrigada pela visita. Tunin gostaria de convidar você para seguir o meu blog Lucimar Virtual, ficaria muito feliz em ter você lá, beijos.
http://www.lucimarvirtual.blogspot.com

Evanir disse...


Em todo tempo procurei semear
boas sementes para colher os melhores frutos.
Tentei dar sempre o melhor de mim em busca
de amizades solidas pois sabia que um dia ia precisar
de muito apoio de um colo para me proteger.
Meu único medo é um sofrimento prolongado
nessa triste espera de uma solução que já dura um ano.
Um certeza eu ainda tenho :meu Pai Maior não dará
fardo maior do que já carrego a ponto de perecer.
Beijos no coração carinhos na alma,Evanir..

Mary disse...

Oi Tunin!

Eu li esse belíssimo texto e comentei la na sua linda apresentação.

Adorei o dialogo da cigarra com formiguinha!

Um beijo!

Zilani Célia disse...

OI TUNIN!
O TRABALHO FAZ PARTE DE NOSSA VIDA,MAS, NÃO PODE SER TUDO.
ABRÇS
http zilanicelia.blogspot.com.br/ClickAQUI://

Toninho disse...

Bem construido amigo e com uma bela mensagem.Os limites da vida,que muitas vezes perdemos na busca louca do ter,que ofusca o ser.
Parabens foi uma bela participação criativa.
Vamos juntos por 2013.
Um abração.

Severa Cabral(escritora) disse...

SAUDADESSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS
PARECE QUE ESTE NOVO ANO AINDA NÃO TINHA VINDO TE VISITAR...MAS VALEU !!!
POIS O CONTO APRESENTADO É MARAVILHOSAMENTE SENSACIONAL,DO QUAL DEMONSTRASTES ATRAVÉS DELE SEU POTENCIAL NA ESCRITA ...TE DOU NOTA MÁXIMA...
BJS DE NOVO ANO !!!!!!!!

Everson Russo disse...

Belo texto meu amigo,,,abraços e um bom dia pra ti.

*Escritora de Artes* disse...

Olá Tunin,

Já tinha lido esse conto no Vendedor de Ilusão, realmente é um belo texto!

Abçs

soninha disse...

Lindo!!Amei!!um grande abraço extensivo aos familiares.

cristiane silva disse...

ótima reflexão.... com certeza.. muitas das vezes as pessoas se focam em torno somente do que elas tem que fazer em seus compromissos e a vida vai passando sem ela menos perceber ainda mais nos dias atuais que estão sendo abreviados.. Amo o equilibrio até pq mesmo esta escrito que há tempo pra tudo.. basta nós mesmos organizarmos o nosso tempo.. hehehe eu faço isso só assim consigo ser equilibrada..

Rita disse...

♥♥ ☆ ¸.•´¯`•.¸☆..•.✿.☆
Boa tarde!!!
Que bom te visitar, elogiar e desejar
um dia maravilhosa, deixar um bjão por ter coisas tão bonitas, para alegrar meu dia, obrigado pela presença sempre meiga no meu Cantinho
Abraços pela bela reflexãoo
Rita!!!
♥♥ ☆ ¸.•´¯`•.¸☆..•.✿.☆

Adriana Balreira disse...

Amei essa história da formiguinha e da cigarra. É mesmo, muita preocupação não leva a nada e ainda vamos ficar doente e piorar tudo. A cigarra tem toda razão!
Beijos
Adriana

Pequeno Príncipe disse...

Tunin, ficou muito legal a história!Uma ótima mensagem! Adoramos!!
Pedro e Amarta

Patrícia disse...

Tudo na vida tem limite mesmo, temos que saber equilibrar tudo.
Texto muito sábio e uma ótima lição pra todos. Fica com Deus,um forte abraço e bom fim de semana , Tunin!!!

Evanir disse...

Amigo Tunim.
Sempre bem elaboradas suas postagens
da gosto de se ler .
Um feliz final de semana beijos,Evanr.

LUCONI disse...

Tunin um conto infantil nos trazendo uma bela mensagem, sim amigo tem hora para tudo, e se não refizermos as energias como teremos forças para chegar ao final da jornada? Parabéns a você pelo compartilhamento e ao Viviane pela autoria, beijos Luconi

Elisa T. Campos disse...

Trina o sabiá
Grasna a gaivota
o pato também

É fato que o boi muge
Será porque o tigre ruge?

Tunin
Adorei o seu conto. Sempre fico fascinada com a personificação das fábulas e você escreveu muito bem.
Acho que a criança que nunca perdi voltou a sonhar.

Um lindo domingo para você.
bjs

Josú Barroso disse...

rsrs
Desfecho diferente do que esperava.
Grande lição!Nem tudo na vida é só razão...

Sônia Silvino (Crazy about Blogs) disse...

Uma história maravilhosa! Linda escolha, amigo!
Beijos!