Seguidores

Loading...

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

JEITO DE AMAR


Madrugada de lua cheia
O moço tímido, apaixonado!
Cantava à sua amada
Lindas canções de ninar

A menina adormecida
Do leito singular
Percebia convencida
Aquele jeito de amar!

Pela fresta da janela
Olhava sem vacilar
O cantarolar enamorado

do menino a anunciar.

Quisera sussurrar o amor
Naquele coração extasiado
Para quebrar o silêncio 

da quente madrugada!

Tunin/.

2 comentários:

Chica disse...

Lindo tempo das serenatas de amor, tão bem lembrado aqui!

abração,chica

Mare disse...

Ah! Me lembro tanto dessas noites de luar! Velhos tempos, belos dias.
Bj