Seguidores

Loading...

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

TEU CORPO


Teu corpo sedutor,
Traduz sinfonia cascatar.
Como mão de construtor,
Vem ao meu corpo banhar

É monumento majestoso,
Causa arrepio cautelar.
Colírio fino e cintiloso,
Que dá brilho ao olhar.

Na estrada do corpo teu,
Paisagens lindas a conquistar.
O poeta quase se perdeu,
Mas voltou a se encontrar.

Encontrou o belo caminho,
Da estrada a percorrer.
Nas curvas sentiu o gostinho
E viu teu corpo tremer.


2 comentários:

Chica disse...

Que lindo e bem inspirado,Tunin! abração,lindo fds!chica

Mare disse...

Você não derrapou nas curvas? Então é um grande motorista!
Parabéns pela inspiração
Bjs.