Seguidores

Loading...

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

A FORMIGA E O PREGUIÇOSO

imagem do Google



Certo preguiçoso andava por uma estrada, lentamente, pensando o que não iria fazer de sua vida. De repente, depara-se com uma correição que, ágil no seu caminhar, conduzia, num vaivém, sua alimentação para estoque.
O preguiçoso, parou, olhou, pensou e perguntou à operária: por que tanto trabalho para nada, senhora formiguinha?
A astuta formiga respondeu: porque não somos como o preguiçoso que dorme o tempo todo. Ele diz que vai dormir só um pouquinho, porém cruza os braços e nada faz e o tempo que não espera; passa.
E a formiguinha continuou: viu seu andarilho, o preguiçoso fica sempre a depender dos outros, sempre à sombra dos que produzem. E, além disso, censura-os.
Nós, não!  Apesar de não termos líderes, somos divididas em três castas: machos, rainhas e operárias e cada um tem a sua função dentro da colônia.
Por isso, enquanto o indolente dorme, nós trabalhamos guardando nossa comida no verão, previdente que somos para esperarmos o inverno.
E o preguiçoso ouvindo aquele discurso da formiga, ficou envergonhado ao ver aqueles insetos que vivem em grupos organizados serem tão diligentes. Desconversou da formiguinha, dizendo: pois é minha amiguinha, a senhora me desculpe porque  estou com muita pressa  e vou para casa tirar uma cesta.
E a formiguinha de cá, falou: Vai-te preguiçoso e vê se aprende conosco o que é trabalhar.
E lá se foi o preguiçoso ao encontro de seu ócio.

Dedicado aos garotos; Neno, João Felipe,Gabriel e Pedro. Pequenos escritores que serão GRANDES construtores das letras.
Visitem seus blogs.Eis:

22 comentários:

Ana Carla de Jesus disse...

Boa tarde Tunin,adorei seu texto,menino eu tenho uma preguicinha hahahahaha,mas eu ja estou me corrigindo!

ELAINE disse...

Ótimo texto!Muito obrigada pelo carinho!Uma 3ªF iluminada e repleta de bênçãos! Nunca lembre de me esquecer! Volta sempre que quiseres e/ou puderes!Abraço fraterno e carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/

SOL da Esteva disse...

Tunin

Uma saborosa Fábula, com a mensagem exacta para muito preguiçoso que anda por aí.
Estar numa Sociedade e não saber o seu lugar e a sua missão, é mau, é triste, é...

Abraços


SOL
http://acordarsonhando.blogspot.com/

✿ chica disse...

Que coisa linda,Tunin!Vou mostrar pro Neno..Obrigadão!!!abraços praianos,chica

Cantinho do Neno disse...

Oi,Tunin!

Adorei a história e teres lembrado em mim e nos outros amigos.

Muito obrigado e pretendo não ser preguiçoso nunca.

Estou na praia com a vovó e vovô e está muito bom.Agora vou descansar depois do almoço para depois fazer os passeios da tarde.

beijos do neno

Kellen Bittencourt disse...

Que bacana saber que esses garotos dedicam um pouquinho do seu tempo a literatura e a escrita, maravilhoso, vou conhece-los com certeza, qto ao texto, um reflexo do que existe entre os humanos, os trabalhadores, os chefes e os preguiçosos! rsrsr muito bom! Abçs

ELAINE disse...

Vamos festejar os 500? Vem! Tô te esperando! Só falta você! Uma 3ªF iluminada e repleta de bênçãos! Abraço fraterno e carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/

Daniel Costa disse...

Tunin

Melhor lição de perseverança, o texto, simples a em jeito de cronica, não podia proporcionar. Não só os pequenos apontados, precisam ler a enfabulação.
Abraços

Edilene disse...

Que lindo Tunin, o João vai adorar!

Amei o texto! Você é muito gentil e o João gosta muito de você.

Um abraço!

João Felipe disse...

muito obrigado. adorei o texto e o SERÃO grandes construtores de letras. gosto muito dos outros amiguinhos NENO, PEDRO,GABRIEL. ESPERO NUNCA SER PREGUIÇOSO. BEIJO DO JOAO

Antonio Campos disse...

Um texto para mostrar belo exemplo. E que esses meninos não parem pelo caminho. Tunin grato por suas visitas.

Pepi disse...

Que homenagem bonita e merecida para o Neno e os outros amiguinhos, Tunin
Um grande abraço de
Verena e Bichinhos

Jorge disse...

Uma magnífica fábula que é uma lição de vida para miúdos e... graúdos. Gostei!
Abraços,
J

Vivian disse...

Bom dia,Tunin!!!

Que belo texto para homenagear estes pequenos escritores!!!O Neno eu conheço, e ele escreve muito bem!!!
beijos pra ti!!!
Tenha um ótimo dia!!!

Daniele Barizon disse...

Essa fábula é uma das minhas preferidas, sem bruxas e cavaleiros e fadas ou milagres, rs!

Bjs!

MARILENE disse...

Na simplicidade, uma grande lição. É mais fácil refletir com fábulas. Estou certa de que seus homenageados seguem o caminho das formigas, eis que até já abraçaram o mundo das letras.

Bjs.

Anne Lieri disse...

Tunin,uma história com msg muito rica não só para os pequenos, mas para nós tb!Eu adorei!Bjs,

Severa Cabral(escritora) disse...

Boa noite querido!
Que gostoso esse passeio que me fez vim aqui te visitar...
Grande lição para os pequeninos e para nós tbm...
bjsssssssssssss

Edite disse...

Que belo texto, Tunim. Realmente o tempo não espera ninguém. Passa num piscar de olhos. É bem estar sempre atento para que não delonguemos muito nossas obrigações. Quando criança e até hoje gostava muito da fábula" a cigarra e a formiga" que traz a mesma mensagem. Um aprendizado para toda vida.
Abraços.

SONINHA disse...

Uma linda homenagem a esses meninos queridos que já são grandes escritores!
Beijocas!

Pedro disse...

TUNIN!!! Estou emocionada, que lindo amigo, vou mostrar para o Pedro na segunda feira.
Fiquei muito feliz por teres lembrado do meu neto.
Pedro vai gostar da história e de teres citado o bloguinho dele!
Obrigada amigo pelo o carinho.
Me desculpe eu ando um pouco ausente do blogs, muito trabalho!

Com carinho,
Pedro e Amara
Bjss

Elisa T. Campos disse...

Lindo texto.
É triste demais a preguiça
Muitos preguiçosos andam por aí.

Um abraço carinhoso