Seguidores

Loading...

sábado, 14 de julho de 2012

O CIRCO CHEGOU





Bem aqui na avenida,
O circo armou a sua tenda,
E o povo vive a expectativa
De uma festa tremenda.

Um multicolorido legal,
O verde, o branco e o vermelho têm.
Tem nas cores o fenomenal,
Que embelezam e entretêm.

Num instante as luzes se apagam,
Quatro olhos aparecem na escuridão.
Parecem vaga-lumes que propagam,
Clarão para  o brilhar da atração.

No picadeiro estão,
Os palhaços fazendo confusão.
Cambalhotas no ar dão,
E a risada vem à multidão.

Fazem-se de crianças inocentes,
Esses palhaços divertidos,
Mas contam piadas ardentes
Que nos deixam de queixos caídos.

Já não existem animais,
A lei no espetáculo proibiu,
Assim maltratados, serão jamais.
A bicharada do circo sumiu.

O mágico, em cena, de repente,
Retira da cartola uma bola.
A garotada espera o finalmente
E o brinquedo vira uma argola.

Como aquela mágica ele fez?!
Ninguém sabe ,ninguém viu!
Mas a bola logo se desfez,
E outro objeto surgiu.

O pessoal boquiaberto,
Olhos atentos na distração,
Para ver se era descoberto,
O segredo da ilusão.

Jogos de luzes aparecem,
Águas transformam-se em várias cores,
E os olhos colírios recebem
Ao verem as danças dos amores.

Foi uma noite inesquecível,
Jovens, no trapézio, saltando.
O globo da morte, incrível!
Pensamentos voam, rezando.

O que era bom pouco durou,
Os artistas, para aplausos, se posicionaram.
O momento da fantasia à memória guardou,
E as cortinas, sob palmas, se fecharam.






17 comentários:

João Felipe disse...

Adoro circo
amei sua poesia
e chegui primeiro aqui hoje
beijo

Evanir disse...

Ter vc comigo é maravilhoso! Obrigada pelo carinho e sua amizade.
Obrigada por reservar um cantinho em sua vida. para abrigar o meu amor e carinho.
obrigada por partilhar comigo.momentos tão sublimes nesta troca gratuita de amizade!
Que Deus te proteja hoje e sempre.
Obrigada também por estar sempre comigo
em todos os momentos da minha vida.
E através dessa magica telinha que encontrei
alegria de viver e lutar sempre .
Aqui tenho amigos reais por isso
sempre digo.
Amigos para Sempre.
Um feliz e abençoado final de semana.
Beijos no coração,Evanir.
Não se esqueça que ..
Estou seguindo -te e te amando.


Tunin amei seu poema.
Quando seu livro chegar por favor me avisa .
Obrigada amigo.

✿ chica disse...

Chegou!!E eu, mesmo daqui em férias na praia, não iria perder o espetáculo!!

Lindo! abração praiano,chica

Rita disse...

Meu doce amigo, que saudade de ir no
circo , ver coisas tão boas que alegra a todos.
Uma alegria em forma de poema, deixa
tudo mais bonito
E só vc sabe como alegrar a gente
Bom final de semana
Bjuss
Rita!!!!

Daniel Costa disse...

Tunin

Poema belo a retratar bem o circo!
Relido no seu ritmo também se torna um verdadeiro espectáculo poético.
Ocorre-me deixar parabéns.
Um abraço

Su disse...

moço-poeta!

voltei a infância agora, adorava os circos que passavam pela minha cidade e assim como sua belíssima poesia eram tardes inesquecíveis... circo tem cheiro de pipoca doce, pude até sentir o sabor aqui!

um abração pra ti e um lindo domingo!

Su.

Vera Lúcia disse...

Olá TUNIN,

Sua poesia me fez voltar no tempo.
Quando comecei a ir a circos tinha
medo dos palhaços (rsrsrs).
Boas lembranças.

Linda poesia!

Ótimo final de semana.

Grande abraço.

Kellen Bittencourt disse...

Oii amigo, nossa faz tanto tempo que não vou a um circo, que bom que eles não tem mais animais né, eles não mereciam, linda poesia amigo, o espetáculo agradece! Abraçooooss

ॐ Shirley ॐ disse...

Gostei da poesia, Tunin. Fico feliz por terem proibido espetáculos com animais nos circos. Um beijo!

PEPI disse...

Que lindo espetáculo, Tunin
E que bom que os animais não estão mais presentes
Um grande abraço de
Verena e Bichinhos

Everson Russo disse...

Bons tempos...ainda lembro da alegria colorida do circo....abraços de boa semana pra ti amigo.

ANDRÉA disse...

Amei a sua Poesia!!!
O Circo é realmente um Sonho, onde todos voltam a ser crianças.

Um Beijo no Coração da sua amiga que te gosta muito, muito e muito.

Andrea

cristiane silva disse...

Vc sabe que qnd eu era criança eu morava no interior do RS e sempre vinha lá circos.. eu vivia na volta pra ver os animais elefantes leões tigres era a festa da criançada.. e era uma quadra da minha casa aí que ia mesmo kkk belo poema e desconstração.. vc 10.. abraços amigo

Anne Lieri disse...

Tunin,ontem mesmo fui ao circo!Eu adoro e sempre que posso vou!Os artistas circenses são espetaculares,é uma pena que sejam tão pouco valorizados!Bjs e meu carinho,

Sônia Silvino (Crazy about Blogs) disse...

Amigo, amo o "Cirque de Soleil" (acho que se escreve assim...)! Puro talento humano! Pena que poucos possam pagar o ingresso. Eu adoraria ir.
Parabéns pelo poema maravilhoso, amigo!
Beijocas!

Severa Cabral(escritora) disse...

Que saudades da minha terrinha !!!!!
Quando os circos por passavam e eu me deliciava com as fantasias que o circo tem o poder de nos fantasiar...
bjssssssssssssssssss

Elisa T. Campos disse...

Você me fez lembrar a infância.
E também a alegria de minha filha quando a levava ao circo.

Um grande abraço.