Seguidores

Loading...

quarta-feira, 4 de maio de 2011

DOIS OLHARES

do google
 
 Honestamente eu vi,
Pela fresta do salão.
Quando o  teu olhar lançaste,
O olhar do coração.
Ele fingiu não ver,
Para não criar situação,
Mas em seu peito ardia,
Severa palpitação.

Tu sentaste à parte,
Teu olhar disfarçava o dele,
Ele pintava a arte,
Tu contemplavas nele.

O olhar cruzado,
Fez o coração tremer,
Num momento de agrado,
Vi  o amor nascer.

14 comentários:

✿ chica disse...

Que linda visão essa!Parabéns pela inspiração sempr e mais crescendo...abração,chica

Roberta Maia disse...

Nossa...que lindo!!!

PARABÉNS!!!

Tenha um Lindo Dia!!
Muita Luz!!!

Daniele Barizon disse...

Lindo!!

Bjs e boa semana!

Evanir disse...

Hoje consegui chegar a seu blog.quando na verdade meu contato com seu blog deveria ser um dos maiores.
Fui membro da Maranata atulamente da igreja .Palavra de Vida..Vivo feliz em servir a Deus seu blog é tudo de bom.
A sua maneira de trasnformar em poema muitas coisas me encanta.
Deus abençoe seu Dia,Evanir.
www.aviagem1.blogspot.com

Carla Fernanda disse...

LIndo demais!! Ah o amor quando nasce, é tão sutil, leve, pleno e lindo. Conseguiste descrevê-lo lindamente nascendo Tunin.
Amei!
Carla

Amapola disse...

Boa tarde.

Que maravilha de poema!! Amei...

Um grande abraço.
Maria Auxiliadora (Amapola)

GRAÇA disse...

Muito bonito esse poema é para todos os gatinhos,adorei!
Venho desejar um bom fim de semana
Ronrons e beijinhos da dona
Kika e Graça

Anne Lieri disse...

Tunin,que beleza de olhar!Muito linda essa poesia!Bjs,

Anne Lieri disse...

Tunin,que beleza de olhar!Muito linda essa poesia!Bjs,

Carla Fernanda disse...

O amor só começa pela sutileza, não suporta aspereza.
Beijos,
Carla

Vivian disse...

Olá,Tunin!!

Nossa!!Linda poesia!!Fiquei encantada!São os pequenos gestos que nos causam grande emoção...e um olhar pode ganhar o coração...
Beijos!
*Desculpe a demora em retribuir suas visitas, que gosto muito!Estava arrumando meu blog novo e me atrasei nas visitas!Mas agora já está tudo certo.
Quando puderes,me visita? Obrigada.
floresnojardimdavida.blogspot.com

CARLA STOPA disse...

Ai os olhos...Às vezes, de garfo e faca, outras de cigana oblíqua e dissimulada...

JGCosta disse...

Bela poesia que ressalta o amor!

Começaram certo os seus protagonistas, é no olhar que descobrimos tudo o que queremos de alguém...

Abraços renovados meu amigo! Tenha um ótimo final de semana!

Dom Quixote (Thomaz) disse...

Gosti da poesia. Simples mas direta.