Seguidores

Loading...

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

CRISE NA EDUCAÇÃO E FAMÍLIA

imagem do Google



Quando se fala de crise, soa-nos o sentimento de perda.
      A crise nestes tempos pós-modernos está generalizada. Em todas as atividades da vida há esse fantasma e o mundo não se tem dado conta.
      Duas delas, muito me preocupam: a da educação e da família.
      A educação por ser o desenvolvimento das potencialidades dos indivíduos para integrá-los no espaço social em que vivem no tangente à sua capacidade intelectual, física e moral. Sem este tripé não há sujeito bem formado, não há país desenvolvido, não existe gente politizada, servindo de presa fácil nas mãos dos poderosos.
      A propósito, eles não querem educação de qualidade. Observa-se, nitidamente, isto nas escolas, pois há um grande número de projetos que não leva a lugar nenhum. Só querem dados estatísticos. Muda currículo, dizem que nota não prova nada, que o professor deve seguir a tendência do aluno. Exigem quantidade; qualidade é outro assunto. Apesar de parecer paradoxo (as campanhas dizem: estamos fazendo educação com qualidade), não existe esta na política concreta da educação pública brasileira. Não poderia fechar sala de aula por não completar o mínimo de aluno exigido (se não me engano 20 por sala), mas fecha-se.
      O que existe é muito barulho e pouca ação efetiva.
      Se aplicassem, na educação, o que Anísio Teixeira anunciou no século passado, hoje teria um país de primeiro mundo e autossuficiente em sua maneira de prestar esse benefício a sua população.  
      Um país só vai para frente se o investimento em educação for competente.
      Quanto à família é uma instituição em decadência. Aprendemos desde cedo que ela é o conjunto de pessoas ligadas por nascimento ou pelo casamento. Hoje, porém, não existe mais tolerância. As pessoas casam-se e dão-se em casamento já pensando na separação. Já se fala até em casar por tempo determinado! Só para facilitar mais a situação.
      A família tomou rumos diferentes, como a produção independente, a barriga de aluguel e tantos outros. Essas pessoas não pensam nos problemas psicológicos que essas crianças possam ter quando alcançarem entendimento.
      O ter levou os casais a buscarem mais e mais atividades com o afã de ganharem melhor e serem bem-sucedidos, com isso a família ficou em segundo plano. Os filhotes são educados pela TV, por babá, avô (ó), tio (a), cunhado (a), até vizinho. E para suprir essa deficiência da educação doméstica dada por eles, abarrotam as crianças com presentes. Mandam os filhos para as colônias de férias, acomodam-nos em viagens pelo Brasil e exterior, tudo em nome do “desenvolvimento independente” dos filhos. Os próprios pais atestam que não dá para conciliar trabalho e educação de filhos. O resultado é uma geração sem limites, sem educação o que tem refletido tanto na escola como sociedade como um todo. Tempos difíceis!
      É necessário repensar a família, pois como está, essa vai acabar como instituição.
      Como resolver esta situação? Eis a questão!

Postado como tema do mês de janeiro no blog:

32 comentários:

✿ chica disse...

Parabéns,Tunin! Foste fundo no tema crise e abordaste muito bem esses dois problemas que temos.

Tanto um quanto o outro são fundamentais e estão interligados e no entanto, ambos problemáticos e exigindo um repensar.


abração,tudo de bom,chica

Su disse...

Tunin, li seu texto e conforme fui lendo imaginei cadasituação, cada detalhe, em partes os que eu mesma convivo diariamente na escola em que trabalho, comunidade absolutamente "quebrada" no que diz respeito a família, não existe uma estrutura familiar, a escola faz o que pode e o que não pode, os professores assumem tantas vezes papéis de pais de assistentes sociais, psicológos, de médico, de tudo um pouco... Concordo com cada palavra sua, e me questiono muito com o que poderia ser feito, e quando algo será feito. Exemplos bons temos vários na teoria, como você mesmo citou, Anisio Teixeira... alguns tentam colocar algumas de suas idéias em ação, mas parece que somos tão fracos, Paulo Freire, foi outro que deixou também tantos ensinamentos, mas parece que estamos paralisados por algo que eu não consigo nomear, por mais que eu faça a minha parte, eu sei que é pouco, sei que o trabalho a ser feito é grande, precisamos de todos... Você trouxe um tema forte meu amigo, forte e importante, família é tudo, muito me entristece ver que elas estão desmoronando por aí, mas quero crer que algumas ainda resistem e se respeitam. Nossa amigo, me empolguei aqui... fico aqui e refletir e ter esperança que isso vai mudar.

Um abraço e parabéns pelo texto!

Su.

Pepi disse...

È isso aí, Tunin
E, ao meu ver é daí prá pior...
Muito bom este texto!!!
Um grande abraço de
Verena e Bichinhos

Vera Lúcia disse...

Tunin,

Em primeiro lugar, quero parabenizá-lo pelo brilhante texto. Você escreve muito bem.

A família é o esteio da sociedade e, como você salientou, ela está em decadência. A falta de princípios sólidos e de religião são os principais motivos, a meu ver, desta decadência.

Sem educação, um povo não saberá lutar pelos seus direitos e não terá como exigir dos governantes uma postura adequada no exercício de seus cargos.
Acredito mesmo que o Governo não se empenhe em cuidar da educação com o devido zelo, pois um povo culto nunca se deixará subjugar.

São questões, sem dúvida, preocupantes.

Abraço.

Andy Santana disse...

Obrigado pela visita e pelo comentário,tb estou te seguindo aqui,
a crise está forte, eu sou professor mas ainda bem que não da rede pública nem dos jovens, pq é difícil controlar ...

beijão.

Angel@ disse...

Ótimo texto para reflexão! É preciso repensar com urgência e sabedoria os papéis fundamentais da família e da escola na formação das crianças.
Que Deus o abençoe!
Abraços,
Angela

Andy Santana disse...

Obrigado pela visita e comentário,
a Kate Moss, sempre linda não?

Bom dia!

Andy Santana disse...

Realmente a campanha da Chanel está maravilhosa, e a negra mandou muito bem, esta semana vou postar outra campanha por uma etíope... linda tb.

beijão

Paula disse...

Obrigada pela visita e opinião :) Boa participação.

soninha disse...

Nota >10! Parabéns!!Sempre bom ler os teus textos.beijos e votos de paz.

Toninhobira disse...

Oi amigo de volta e lendo esta bela reflexão sobre um tema realmente complicado ou que tornaram complicado no descaso miseravel.Voce citou Aniso e temos ainda as boas ideias de Paulo Freyre.Isto nos angustia e cria a descrença.Mas vive mos de esperança.Já a familia amigo, penso mesmo que está falindo aos poucos.É preciso um repensar das sociedade sobre os efeitos sobre esta com a queda da familia.
Muito boa sua participação.
Meu abraço e bom fim de semana.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Cumprimentos cinéfilos e FELIZ 2012!

O Falcão Maltês

Severa Cabral(escritora) disse...

Belo alvorcer !
Texto magnifico...reflexivo e que nos traz uma mensagem interessante...
bjssssssssssssss

Marlene disse...

QUE BELO TEXTO MUITO BEM ELABORADO
PARABENS TUNIN POR ABORDAR UM DOS PROBLEMAS MAIS SÉRIOS QUE NA ATUALIDADE NOS TIRA O SONO E O SOSSEGO EDUCAÇÃO E FAMILIA.
SÃO TEMAS INESGOTAVEIS,QUE PRECISAM
COM URGENCIA DE MUITO MAIS ATENÇÃO
E RESOLUÇÕES URGENTES,DEIXO UM ABRAÇO
CO MUITO CARINHO MARLENE

Edilene disse...

Muito bom texto para refletirmos sobre a função da família e da escola para nossas crianças! A família realmente deveria ser o esteio de toda criança, mas infelizmente a "modernidade" tem dominado! Temos crianças que nem sabem definir o que é família tamanho é o número de pessoas que entram e saem de suas vidinhas! Um 2012 lindo e de muitas inspirações para você!

Edilene disse...

Muito bom texto para refletirmos sobre a função da família e da escola para nossas crianças! A família realmente deveria ser o esteio de toda criança, mas infelizmente a "modernidade" tem dominado! Temos crianças que nem sabem definir o que é família tamanho é o número de pessoas que entram e saem de suas vidinhas! Um 2012 lindo e de muitas inspirações para você!

Anne Lieri disse...

Tunin,falou e disse tudo!A educação no Brasil está num estado lastimavel,infelizmente!Salvam-se algumas poucas iniciativas individuais e só!Plataforma eleitoral,é uma pena!Dói demais!Uma excelente participação!bjs,

Kippy Marrie disse...

Olá Tunin...
Obrigada por sempre estar presente em meu bloguinho. VALEU!
Queremos te desejar um ótimo final de semana.
Com muita alegria, paz, amor e DIVERSÃO!
Fique com o Papai do Céu.
Voce é sempre bem vindo em meu bloguinho.
Aus 1000 e Beijos 1000 de mamis...

KIPPY & LILLY

Kippy Marrie disse...

Olá Tunin...
Obrigada por sempre estar presente em meu bloguinho. VALEU!
Queremos te desejar um ótimo final de semana.
Com muita alegria, paz, amor e DIVERSÃO!
Fique com o Papai do Céu.
Voce é sempre bem vindo em meu bloguinho.
Aus 1000 e Beijos 1000 de mamis...

KIPPY & LILLY

Maria Emilia Moreira disse...

Este é um tema, um problema, diria, bem actual em todo o mundo e de difícil solução. Manter os filhos nas escolas muitas horas longe de família, pais, avós ou tios não é bom.Acontece que os pais não têm tempo e por vezes nem paciência para as crianças. Há muito egoísmo e falta
de regras fundamentais nas famílias e na sociedade.
Parabéns pelo seu texto.

Vera Lúcia disse...

Olá Tunin,

Obrigada pela visita.
Tenha um ótimo final de semana.

Abraço.

GRAÇA disse...

Amiguinho hoje venho desejar só um feliz domingo
Turrinhas e beijinhos das amiguinhas
Kika e Graça

Vinicius.C disse...

Olá meu amigo!!!

Rapaz andei sumido né... estive em São Paulo, troquei de trabalho, muita coisa aconteceu enfim... fico feliz que goste de como escrevo feliz mesmo!

Vou tentar dar mais atenção ao blog sei que estou devendo. Deixo meu abraço e que você tenha um ótimo e abençoado ano!

sorrisos e palavras disse...

Sabemos que a família é uma instituição divina, mas estão querendo vê-la cada vez mais destruída. Se alguém não tem educação, não obtem o respeito necessário
Se alguém não expressa respeito, não há como ser educado. Belo tema Tunin! Abraços...

Barbara disse...

de certo passará, obrigada pelas palavras :)
beijo grande

LUCONI disse...

Tunin agora te aplaudo de pé, acertaste em cheio tanto na educação como na família, a educação e a família estão interligados, não tem jeito, e como você deixa bem claro a família está totalmente desestruturada, os valores invertidos, então fica difícil a criança ter um bom alicerce, os pais são os primeiros a quererem que os filhos passem de ano, não importando como, não pensam nem por um minuto que num futuro próximo eles terão seus conhecimentos testados para emprego, concurso público e até mesmo para ingressar em uma boa faculdade, não eles não querem nem saber, apenas querem saber do momento e de quanto menos problema melhor, agora O que fazer? Difícil meu amigo, teríamos que reavaliar valores, e jogar fora tantos valores errados, teríamos que humanizar novamente o Homem, teríamos que semear em terra árida, teríamos....... realmente difícil, beijos Luconi

Orvalho do Céu disse...

Olá, Tunin
Fui professora até me aposentar e se tivesse que voltar atrás... não o faria porque foi e é a minha vocação!!!
Lamento muito a educação estar no ponto em que chegou... é a base de tudo...
Abraços fraternos de paz

BlueShell disse...

Perfeitamente de acordo: como professora e como mulher eu não o teria dito tão bem.
Parabéns. Bj

Antonio Rubilar B. Valente disse...

De tudo o que vejo e leio nessa minha viagem virtual de internet, entrando e saindo de sites,blogs, espaços e mais espaços(alguns "vazios" que nem se pode denominar de espaço)eis que encontrei UM que que me cativou e me tomou o precioso tempo.Devemos sempre ser assim na WEB...Transmitir algo de prazeroso e que nos faça refletir.Afinal,VIVER ainda é o melhor "donwload" que a nossa essência pode fazer.Um abraço amigo do BRASIL DA PENA,
Rubi Valente.

Bel Rech disse...

Falaste sobre uma crise atual, a família...Para mim as famílias deveriam ser recicladas, primeiramente antes dos alunos...Existe ma inversão de papéis nas escolas.Como falaste ninguém tolera mais, ninguém tem paciência.UM casamento se desfaz no primeiro obstáculo.E as crianças ficam só, sem um acompanhamento.O google ensina udo!Mas acredito que essa crise vai passar, falta pouco..Vai voltar como era antes!!
Paz e bem
Obrigado pela visita..gostei e fiquei!

Elisa T. Campos disse...

Tunin
Concordo plenamente com tudo que você disse .Sempre oportuno. Mas parece que os nossos governantes não estão preocupados com a nossa indignação.

Um abraço

Sandra disse...

Este tema realmente foi bem produzido. Como diz a Chica, vc foi profunda na crise..

Parabéns.
Sandra