Seguidores

Loading...

segunda-feira, 5 de maio de 2014

ROUBAM-SE TUDO NO BRASIL

                                 

Na terra da impunidade,
Onde se pratica a roubalheira.
Muitos perderam a credibilidade,
Poucos ratos na ratoeira.

São quadrilhas especializadas,
Em toda espécie de delito,
Roubam-se cargas comercializadas,
Com a agilidade de perito.

Roubam a moça e o rapaz,
O menino, o velho e o soldado.
Nada deixam para trás,
Porque serão inocentados.

Até os pobres animais,
Têm vivido esse ato bestial,
Por incircuncisos criminais,
Cuja ação é brutal.

Nem o leão Rawell, no criadouro,
Fugiu das garras dos meliantes.
Levaram-no como se fosse ao matadouro,
Os insolentes assaltantes.

Aos governantes, atenção.
Leis efetivas e mais rigidez,
Aplicar eficiente punição,
Com presente rapidez.

Lesam-se tudo e todos no Brasil,
Do sem casa à família.
Vive-se tempo hostil,
Será culpa de Brasília?!




14 comentários:

Patricia Galis disse...

Gostei do escrito infelizmente a mais pura realidade.
Eu vi o roubo desse leão tadinho, ainda bem que encontraram.

✿ chica disse...

Incrível a tua criatividade e aproveitas tudo que aparece e vira poesia linda! Adorei a poesia e não o roubo do pobre leão! Parece mentira.Pena, verdade!!! Adorei te ler! abração,chica e linda semana!

Dorli disse...

Oi Tunin

Certamente, os culpados é a cúpula que da esmolas aos pobres em forma de cestas básicas...etc em troca de votos e o povão vai vivendo e quem paga conta é classe média baixa.
O voto cabresto só foi trocado de nome.
Beijos
Lua Singular

✿ chica disse...

Obrigadão pelos carinhos todos!abraços,chica

Eduardo Maria Nunes disse...

Roubalheira no Brasil,
Escrita em verso
Em Portugal leis de funil
Viram tudo do avesso!

Aqui também há roubalheira,
Aumenta de dia para dia
As vitimas presas na ratoeira
É verdade, não fantasia!

Rouba a governo,
Rouba o patrão
Aqui tudo é sucesso
Ganha mais o aldrabão!

Porque na imagem o leão,
Colocou o amigo Tunin
Sinónimo de valentão
É o Rei da selva sim!

Aqui temos o grande papão,
Que nos assalta a toda a hora
Sem a nossa autorização
A casa ou corra penhora!

Com ou sem trabalheira!
Na perfeição foi escrito
Sem desgraças, é mais giro
O poema da roubalheira!

Tenhas uma boa noite amigo Tunin, um abraço.
Eduardo.

Luiz Cidreira disse...

É uma estória de carochinha, o leão foi usurpado pelo seu próprio dono de fato, assim diz as autoridades.
Agora a imagem de Rawell é compatível com o nosso leão da receita federal, certo! A fome dele não é saciada mesmo.
Abraço

Anne Lieri disse...

Tunin,eu tb vi sobre o roubo do leão,coitadinho! O pior é que a crueldade parece estar cada dia maior. Os governantes tem culpa,sim! Não usam direito o dinheiro publico pra dar melhor educação a esse país! Beleza de poema! bjs,

SOL da Esteva disse...

Uma bela composição de intervenção e crítica social. Necessitamos de fazer "ouvir" a voz sobre os usos e abusos a que muitos (demais!) se dedicam.
É o novo cancro da sociedade!...


Abraços



SOL

Daniel Costa disse...

Tunin

Reina a imunidade, também cá. Antes de iniciar o teu post, induzi porquê: Ilustraste com um "rato" grande de mais. Decerto que é esse o sistema em uso.
Abraços

Vera Lúcia disse...


Quando ouvi a notícia cheguei a rir, pois achei impossível que um leão de 300 quilos pudesse ser roubado. Ainda bem que ele já foi localizado e resta saber quem é o seu verdadeiro dono.

Infelizmente, enquanto as leis não mudarem, a impunidade permanecerá, estimulando a criminalidade. É mesmo preciso maior rigor nas penalidades e mais rapidez na aplicação das leis. Necessário também a construção de novos presídios (se possível no meio da mata amazônica) e a redução da maioridade penal. Enfim, num país de impunidade não há segurança pública e há muito a ser feito nessa área.

Bem versado.

Abraço.

Edite disse...

Finalmente encontraram uma nova morada para o leão: nem com o antigo dono ladrão, nem com o dono roubado. Com certeza nenhum deles fazia jus ao animal.
BFDS.

Antonio Reis disse...

A vergonha dia a dia meu amigo.
Leis que não protegem, governantes que nada fazem. Vivemos num caos e poucos se preocupam, até que os quintais sejam invadidos.
Belo trabalho.
Um abração.

Kellen Bittencourt ( Trilhamarupiara) disse...

Muito bacana sua criatividade amigo, vc é um poeta mesmo, no fim das contas o Leão não ficou com nenhum dos dois, acho que a justiça teve uma resolução melhor p ele! Abraçoss

Sônia Silvino, Crazy about Blogs! disse...

Contando ninguém acredita, mas isso acontece no Brasil.
Beijos, querido!