Seguidores

Loading...

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

RIO JEQUIRIÇÁ

Ah, nos meus tempos de criança!
Contemplava maravilhado
Aquele rio majestoso
Corredor central da Mata Atlântica


Pescadores garbosos em sua margem
Contavam vantagens duvidosas
Anunciando ter fisgado com alegria confiante
Uma tilápia gigante.


Hoje o rio geme por socorro
De caudaloso e pujante
Transformou-se num fio de esgoto


Ah, se pudesse, meu rio!
Voltar no tempo
Para ver-te vigoroso e sorridente!


Tunin/

Nenhum comentário: