Seguidores

Loading...

quarta-feira, 19 de março de 2014

A LUA

Debrucei-me na janela,
Para ver a lua flutuar.
Fitava aquela coisa bela,
Querendo nela pousar.

Ela, a terra mirava,
Entre estrelas no infinito.
O romantismo brotava,
Como se fosse requisito.

Logo veio a densa nuvem,
E a lua se escondeu.
O seu brilho fiquei sem,
E a saudade, em mim, bateu.

Pensando em retornar,
Olhei para dentro de mim,
A lua há de voltar.
Como a poesia, não tem fim.

14 comentários:

Renata Maria disse...

Não, não tem fim. Lindo poema.
Renata

✿ chica disse...

Que beleza,Tunin! Ela saiu lá do alto,mas pode ser encontrada na poesia! Adorei! abração,chica

Patricia Galis disse...

Que lindo este poema, parabéns!!!

Anne Lieri disse...

Tunin, que maravilhosa essa lua! Bjs e boa semana,

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Olá Tunin.a poesia nunca terá fim,a cada dia ela será reavivada por mãos
que a deixarão escritas em versos para serem lidas,mesmo que as páginas já estejam amareladas.
Lindo poetar.
Abraços.
Carmen Lúcia.

Magia da Inês disse...

✿✿º°。

A lua sempre será inspiração para os poetas.
Bom restinho de semana!

¸.•°♪✿✿º°。♪

Vera Lúcia disse...


Que linda poesia, Tunin!
A lua se reveste de beleza, romantismo e poesia. Impossível contemplá-la sem se deixar enfeitiçar por ela.

Que bom vê-lo de volta e em grande estilo. Saudades de suas lindas inspirações.

Belos dias.

Abraço.

Evanir disse...

Hoje Dia Do Blogueiro..
Venho te deixar meu abraço
carinho e agradecimento
por caminhar comigo .
Que durante muitos anos ainda possamos
caminhar juntos levando paz e amor.
Beijos no coração .
Evanir.

Luiz Cidreira disse...

La bela luna: Maravilha de poema, e sempre referindo-se as coisas belas como é a lua. Parabenizo por partilhar conosco.
Abraço

Jorge disse...

Um magnífico e nostálgico poema, que na sua simplicidade nos indica o caminho da beleza dum luar que no seu inviolável silêncio foi a fonte da tua inspiração.
Gostei de ler, Tunin!
Um abraço,
Jorge

Toninho disse...

E assim a poesia veio belamente impetuosamente para nossa alegria em te-lo por aqui em franca produção.
Um abração.

Luconi Marcia Maria disse...

Tunin, ficou lindo, perfeito, eu sou apaixonada pela lua, tão misteriosa, sempre suspiro ao olhá-la, amei, abraços Luconi

Sandra Sofia Afonso disse...

A Lua sempre volta todas as noites,só falha quando é lua nova!! Muito linda esta poesia,adorei. Muitos beijinhos!! http://sandrasofiaafonso1.blogspot.pt

Ordem do Saber disse...

Lindo poema.
O que é eterno nunca se vai.
Fica guardado dentro de nós, assim como a poesia.

Uma boa semana.