Seguidores

Loading...

terça-feira, 25 de março de 2014

MEU PEDAÇO DE CHÃO




No meu pedaço de chão,
Terra de minha infância.
Nas brincadeiras de então,
Ganhei força e tolerância.

Pés descalços, areia quente.
Sol brilhante, satisfação.
Filtro solar incoerente,
Sem problema a insolação.

Não havia carros na rua,
Só gritaria de criança.
À noite corríamos sob a lua,
Hoje a saudosa lembrança.

Minha terra, meu sertão.
O rancho na beira do rio.
Lá ficou meu coração,
Quando me lembro, arrepio.

Faz tempo não vou lá.
Quero rever minha cidade.
O peito partido de cá,
Guarda quieta a saudade.

13 comentários:

✿ chica disse...

Puxam, até eu fiquei com vontade de brincar nesse rincão com toda essa paz!

Lindo poema, cheio da saudade e tudo tão bem expresso que deu pra nos transportar até lá!

LINDO!


abração e só se pode ter saudades de um lugar assim ainda mais tendo vivido a infância lá e na total liberdade. Bem diferente dos pobres meninos de hoje, trancafiados, tendo que cuidar disso e daquilo...


chica

Orvalho do Céu disse...

Olá, Tunin
Lindo de se ler e recordar a nossa também...
Abraço fraterno e quaresmal

Toninho disse...

Como diria o Rei:
"Estas recordações me matam, por isso eu venho aqui"
Que tempo bom né Tunin?

Uma boa semana amigo e meu abraço.

Jorge disse...

Gostei de ler este teu poema, Tunin.
Todos nós fomos crianças e o regresso ao passado é irresistível.
Nunca voltei a ser tão feliz como fui quando era criança.
Um grande abraço,
Jorge

Luiz Cidreira disse...

E é por isso que a nossa interatividade fica boa, ler um poema tão atual e comovente como esse é um privilégio.
Muito bom amigo.
Parabéns

Anne Lieri disse...

Tunin,que lindas suas lembranças de criança! A foto é do lugar real? Muito lindo e acolhedor! bjs,

Evanir disse...

Muitas vezes só necessitamos de uma palavra de conforto, de ânimo,
de alguém que dedique um pouco do seu tempo para nós.
E são nessas muitas vezes que encontramos nossos amigos virtuais!
Hoje venho te abraçar pelo dia do amigo virtual.
Você é benção na minha vida.
Quero estar em sintonia contigo
por muitos anos .
Como muito carinho deixei um mimo na postagem,
simples mais de todo coração.
beijos te agradeço pela nossa amizade.
Evanir.

Minha vida de campo disse...

Olá,
adorei, e senti também saudades do meu rincão.
Tenha um ótimo dia.
Anajá

Gracita disse...

Boa tarde Tunin
Viajei contigo nesta doces lembranças. Lindo poema
A amizade verdadeira deixa marcas positivas que o tempo jamais poderá apagar. E você marcou meu coração pois és uma pessoa mega especial e eu te gosto muito. Hoje é o dia do “Amigo virtual”, o nosso dia! Vim te trazer o meu carinho e estreitar os laços de afetividade que se criou em nós desde o dia em que nos conhecemos. Um dia feliz e iluminado!
Beijos desta amiga que te admira
Gracita

Dorli disse...

Oi Tunin

Essa sua poesia é de partir o coração de saudades, eu tenho uma bela saudade na postagem a mais visualizada do meu blog: Flores do Campo, está em primeiro em postagens populares.
Você pode usar explore, como eu ensinei no painel do blog, Vou seguir o seu do Mundo dos Inocentes. Da um trabalhão, mas da certo
Beijos
Lua Singular

Maria Emilia Moreira disse...

Olá amigo!
Como eu gostei do seu pedaço de chão! É tão bom recordar esses lugares simples e onde se viveu feliz! Abraços.

Dorli disse...

Oi Tunin,
Passando para lhe desejar um bom dia
Deixei um recado pra você no meu blog.
Beijos
Lua Singular

Mari Rehermann disse...

Uau, lindo poema!! É engraçado, sempre morei na cidade, mas lendo e visualizando esta imagem, me dá uma nostalgia...Parabéns pela inspiração!!

Beijos!!♥