Seguidores

Loading...

terça-feira, 19 de abril de 2011

INDIO

do google
Cabral aqui encontrou,
Vindo de além-mar,
Um povo nu o espantou,
Com flechas a empunhar.

Alimentava-se da caça e pesca.
Preferência por humanos também.
Sua crença era como festa,
Que preservava como ninguém.

Usava a terra para plantar
da batata a mandioca,
corpo tingido a amostra,
na porta de sua oca.

Seu habitat, a floresta.
Conhecia e a  amava bem capaz,
De não a tratar como funesta,
Como o homem moderno hoje faz.

Em rios caudalosos a navegar.
Fisgando peixe ao montão,
Em sua canoa rudimentar,
Livre da poluição.

Hoje o índio é tratado,
Com descaso e indigência.
Não respeitam o seu legado,
Luta pela sobrevivência.

Terras e matas dele tiram,
Sem olhar nosso antepassado,
Os homens brancos só lucros visam,
Hora é de o índio ser preservado.

6 comentários:

✿ chica disse...

É hora mesmo,Tunin! Mesmo que alguns deles estejam meio metidinhos,srrs....aprenderam com os que lá foram mexer...
Linda poesia!
abração,chica

blog da Paraguassu disse...

Olá Tunin,
Seu blog é muito criativo e belíssimo. Adoro cavalos e aquele que está na apresentação do blog é maravilhoso. Gostei muito de estar em seu espaço. Gostaria de pedir-lhe para fazer-me uma visita ao meu cantinho e lá deixar eu comentário, ok?
Ótima semana para vc.
Abraços,
Maria Paraguassu.

Carla Fernanda disse...

Criativo Tunin e muito lindos seus versos que clamam para a preservação daqueles que foram devera os descobridores do Brasil!
E a hora é essa!
Lindo!
Beijos!!
:)
Carla

Meias de Seda (Suzy) disse...

Oi, Tunin!
Obrigada pela visita e pelos comentários deixados no meu blog.
É impressionante como os verdadeiros donos dessa terra são tratados com tanto descaso e falta de respeito. Bonito poema e justa homenagem.
Um abraço ;)

Nuvembranca disse...

Amém. E que assim seja. Beijo da nuvem, estou ausente estou sem net.

Sônia Silvino disse...

Antes que seja tarde!
Antonio querido!
Antes do coelhinho chegar,
eu vim te visitar!
Uma mensagem de Páscoa
de presente vou deixar!
Não trouxe chocolates,
pois eles iriam te engordar!
É Tempo de Páscoa, é tempo de...

"Tempo de meditar, de buscar, de agradecer, de plantar a paz.

Tempo de oração!!!

Tempo de abrir os braços, de abrir as mãos e de ser mais irmão.

Tempo de recomeçar!

Tempo de concessão, de compromisso, de salvação. Tempo de perdão.

Tempo de libertar, de libertação, de passagem, de passar...

Para onde? Para a luz, para o amor, para a vida que é eterna!

Tempo de Ressurreição"

Desconheço a autoria!

Beijos com sabor de chocolate!!!