Seguidores

Loading...

sexta-feira, 22 de abril de 2011

VINTE E DOIS DE ABRIL

DO GOOGLE
Hoje quinhentos e onze anos faz,
Que, em Cabrália, aportou Cabral,
Com naus e caravelas da paz,
Todos provindos de Portugal.

Por falta de pimenta, cravo ou cominho,
Portugal resolveu inovar,
Chegar às índias por outro caminho,
E as especiarias comprar.

Com treze cheias embarcações,
Do porto de Lisboa partiu,
Na cabeça grandes indagações,
 Por mar adentro seguiu.

Na costa d’áfrica, sem direção,
Uma calmaria lhe abateu,
Mudando a rota da embarcação,
Na ilha de Vera Cruz apareceu.

Para uns foi premeditado,
O desvio da expedição.
Para eles já estava traçado,
O roteiro de sua destinação.

Pelo sim, pelo não,
No caso, prefiro ser sutil.
O importante dessa ação,
O nascer do Brasil!

3 comentários:

✿ chica disse...

Um dia que quase nem é lembrado,não? Mas recebeu de ti uma linda poesia e homenagem.Parabéns! abração, tudo de bom,chica

Carla Fernanda disse...

Belo poema que conta história que também é feito poema de um país que é outro dilema amigo!!
Beijos!
Carla

Vinicius.C disse...

Boa tarde meu amigo!!

Sempre junto a mim no Alma te agradeço por isso!

Que vc tenha uma Páscoa de paz, um forte abraço e como sempre- nos encontramos no Alma!

Vini