Seguidores

Loading...

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Cavalo


O cavalo tem um porte
De beleza e elegância,
Seu temperamento forte,
Causa-nos jactância.

Com seu ar imponente,
Demonstra encanto  e força.
Nunca se acha impotente,
É bonito de dar gosto.

De cavalo sempre gostei.
Guardo-o como marca de perfil.
Em correspondência já postei,
Sua imagem bem sutil.

Cavalo branco ou alazão,
Cinza ou mesmo baio.
Para mim é uma paixão,
Vê-los correr como raio.

O mangalarga machador.
Troteia como na cadência do samba.
Deixa boquiaberto seu admirador,
Na vibração de um moleque bamba.

Um comentário:

Chica disse...

Eu adoro cavalos.De uns tenho pena, pois mesmo quando preparados para desfiles ou provas, todos enfeitados, o olhar mostra tristeza...
Gosto deles e do teu poema! abraços,tudo de bom,chica