Seguidores

Loading...

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

REQUEIJÃO

Da prima Vera, ganhamos,
Uma delícia do sertão.
Em pouco tempo devoramos,
O saboroso requeijão.

Ela nos fez lembrar,
Dos dias idos da infância,
Meu pai mandava comprar
E comíamos a substância.

Fazíamos um círculo à mesa,
E todos a espera  ficávamos,
Quando traziam a proeza,
Nossa! Todos  degustávamos!

Degustávamos com prazer,
Sem medo de errar.
No espeto a derreter,
Na brasa a corar.

Feito de nata aquecida,
Tipo queijo pastoso.
Apreciado e querido,
É muito bom e gostoso.

Um comentário:

Chica disse...

Isso é uma tentação! Lindo! abraços e feliz 2011!chica