Seguidores

Loading...

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

TARDE DE VERÃO



Tarde quente de verão,
O mar brilha efervescente,
Espantando a solidão
Que sai do coração da gente.

Perdido, na areia, o olhar.
Sobre as vagas, o simples barulhar.
No pensamento que solto no ar,
Faz do amor sonho de sonhar.

A brisa do mar soprava,
Sobre o corpo refrescava,
Tom de alívio dava,
Quando a onda, em mim, quebrava.

Um comentário:

Chica disse...

Ah! que vontade que deu de esatar nessa mar ... Coisa boa! abraç~]ao,linda semana!chica