Seguidores

Loading...

terça-feira, 30 de agosto de 2011

O BONDE DE SANTA TERESA

imagem do google.


Bairro romântico e charmoso,
Na colina do coração da cidade.
Atrai o turista orgulhoso,
Por pisar neste chão verdade.

Há anos um retrato intocável,
Tal qual parado no tempo.
É o melhor do Rio antigo notável,
Revivido em dócil momento.

Sua história contada ali na esquina,
Fascina o artista, seu charme.
Dele nasce a pintura mais fina,
Que inspira a quem faz bela arte

Em suas ruas estreitas e tortuosas,
Fincado estão trilhos secular,
Onde transitam bondes graciosos,
Cuja cena é espetacular.


Lá do largo da carioca,
Quantas vezes passei, os Arcos, contigo.
Para ir ter com Teresa que coloca,
A nobre paisagem do Rio antigo.

Ele é patrimônio histórico,
Tombado para ser conservado,
Porém vira carro alegórico,
Que após, é desprezado.

Hoje tua sorte está em jogo.
Pede socorro, atenção e carinho.
Que não haja discurso demagogo,
Que impeça o passar do amarelinho.

Desejo te ver elegante,
No sobe e desce da ladeira,
Tu és figura tão galante!
Como o som da cirandeira.

13 comentários:

✿ chica disse...

APLAUSO,Tunin e essa poesia devia ser colocada num jornal do Rio.

Uma pena o descaso e desleixo com que tratam coisas da história.,

Adoro o bondinho e sempre passei nos arcos, por baixo, pra chegar à minha escola(colégio Cruzeiro, lá no Rio)

Uma pena o que aconteceu e tomara, voltem a circular carregando pessoas como deve ser, respeito pelas vida dos outros e segurança.
Muito bom,Tunin! abração,chica

Anne Lieri disse...

Tunin,realmente é uma judiação o descaso das autoridades com esse trem que é um monumento histórico e deveria ser muito bem preservado!Ficou maravilhosa sua poesia e homenagem!Bjs,

Anne Lieri disse...

Tunin,realmente é uma judiação o descaso das autoridades com esse trem que é um monumento histórico e deveria ser muito bem preservado!Ficou maravilhosa sua poesia e homenagem!Bjs,

Edna Lima disse...

Um desprezo total pelas vidas humanas, que usam o bondinho, por lazer ou necessidade.
Levei muito meus filhos pequenos para passear neste bondinho!
Linda sua poesia!
Bjs.. Edna.

Sônia Silvino disse...

Eu tive o prazer de passear num desses há anos....
Foi muito triste o que aconteceu.
O teu texto é maravilhoso e concordo com a Chica!!!
Beijos meus!!!!

Carla Fernanda disse...

Manda lá para O Glogo!. Ficou incrível!!
É um descaso neste Brasil que dá nojo. E ando apavarada com apoliticada amigo. Obonde, oh...o trem tá feio viu!!
Beijos Tunin!
:D

Paulo César disse...

Desejo te ver elegante,
No sobe e desce da ladeira,
Tu és figura tão galante!
Como o som da cirandeira.

A paz Meu amado irmão, como disse em suas palavras acima eu também quero ver ele funcionando como era antes, em perfeita condições.

Deus te abençoe.

Sandra Puff disse...

Parabéns!
É o Digno Poema - Retrato Social.
Abraço,
Sapatinhos da Dorothy

Su disse...

Tunin, que linda poesia... concordo com a Chica, essa homenagem tinha que ser espalhada por aí...

Espero mesmo que o bondinho volte a funcionar sem riscos a população...

Um abraço e obrigada pelo seu carinho!

Su.

Vivian disse...

Bom dia,Tunin!!

Bela poesia!! Falta conscientização...
Beijos pra ti!!

Maggie May disse...

é só uma questão de manutenção e modernização dos equipamentos.

Pepi disse...

Parabéns, Tunin
Infelizmente este é o retrato do nosso País.
Lamentável...
E na Copa? Como vai ser?
Um beijão de
Verena e Bichinhos

Miriam de Sales Oliveira disse...

Concordo com a Chica.Lamentável esse acontecimento .ou melhor,crônica de mortes anunciadas,numa sequência mórbida.
Só teus belos versos para acalmar nossos corações. Abç